Prove que é um ser humano: 3   +   5   =  

Aprenda a preparar o Cana Braba, drinque do bartender Cássio Batista

Muito antes de existir o chiclete havia a cana de açúcar, a goma de mascar natural. Mas certamente a versão plantada tem outras vantagens, a principal delas é que se você fermentar a cana vira cachaça.

Foi justamente para homenagear a versatilidade da cana e ao mesmo tempo remeter a cultura de botecos de Belo Horizonte que Cássio Batista criou o Cana Braba. Ele partiu de uma dose forte de cachaça envelhecida. São 70 ml para garantir que o sabor principal seja mesmo o que vem do alambique. É porrada pra nenhum fâ de cachaça botar defeito.

O ingrediente principal do Cana Braba é mesmo a cana de açúcar que se apresenta de três maneiras: destilada na cachaça, no caldo de cana e por fim no talo de cana caiana para mascar no final.

A cachaça é de Guaraciaba na Zona da Mata mineira e envelhecida em Jequitibá. O caldo ao mesmo tempo em que suaviza a potência alcoólica, valoriza o sabor da marvada. Tem ainda o limão capeta, cítrico mas com um aroma doce que equilibra o dulçor e amarra os demais sabores. Tudo isso com mais personalidade que outros tipos da fruta. Pra finalizar, o manjericão traz seu aroma persistente e um toque refrescante.

Cássio Batista é especialista no atendimento em bares e restaurantes. Um talento que já foi reconhecido através da Medalha de Ouro em Serviço de Restaurante n 8° Olimpíada do Conhecimento SENAI/SENAC. Mas a paixão pelo que faz vai muito além de prêmios.

Atua como chefe de bar no Meet Me at the Yard, como professor de cursos profissionalizantes e como consultor para bares e restaurantes. O começo dessa trajetória foi aos 18 anos no extinto O Dádiva, foi amor logo no primeiro balcão. Desde então, passou pelo pub de rock Rota 85 e mais uns anos como bartender autônomo em bares, restaurantes e eventos.

Aos cachaceiros e cachaceiras de plantão, o Cana Braba está na carta do Meet Me at the Yard, na categoria Brasilidades ao custo de R$ 20. Uma potência mineira dentre os #365DrinquesDoBrasil.

aprenda a receita

Cana Braba

70 ml de cachaça mineira envelhecida em Jequitibá
100 ml de caldo de cana
30 ml de suco de limão capeta
10 ml de xarope de açúcar
Folhas de manjericão
1 talo de cana caiana

Em uma caneca, coloque pedras de gelo inteiras, adicione a cachaça, o suco de limão capeta e o caldo de cana. Mexa com uma colher bailarina de modo a homogeneizar as bebidas. Espalme um ramo de manjericão e aromatize a borda da caneca. Decore com um talo de cana caiana e manjericão.

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!