Quem não tem um segredinho de bar que ainda não compartilhou com os outros?

Eu tenho certeza que você conhece alguém que não passa seus “segredos mixológicos” pra ninguém. Aquele tipo de profissional que faz as coisas escondido e que não divide nenhum tipo de conhecimento com ninguém. Meu caro seguidor se você me fala que não conhece ninguém assim, pode ter certeza que logo mais conhecerá!

Segredos de como preparar um determinado ingrediente ou preparação até pouco tempo atrás eram guardados em 7 chaves, mas com a chegada da internet e das redes sociais é possível desvendar técnicas, segredos de preparação e muito mais apenas fazendo uma busca rápida nos principais sites.

Ernest Raymond Beaumont Gant – O Pai da Coquetelaria Tiki foi este tipo pessoa; aquele que guardava todas suas preparações e receitas. Acredite que inclusive por um período ele preparava seus coquetéis numa especie de cozinha do seu bar, longe dos olhos dos seus próprios bartenders e colaboradores?

Aqui você deve estar se perguntando como é isso possível, bom acontece que; quando a coquetelaria Tiki começou crescer no final da década de 30 muitos investidores e engravatados tentaram seduzir funcionários do Don Beach Café com melhores salários e condições  financeiras – já mencionamos aqui que Don The Beachcomber não era exatamente aquele patrão gente fina e nem dava as melhores condições de salário.

Mas Puma o que tem isso de tão relevante?

Hoje é normal que bartenders migram de um bar após um período. Sim! De fato isso é até normal, mas acontece que na época não era apenas o bartender que saia do bar, ele levava com ele também todas as receitas, preparos, mixers e tudo que você pode pensar.

Deixo aqui para você pensar ao respeito do porquê tantas receitas da coquetelaria tiki são atribuídas a mais de uma pessoa, a receita entrava em um novo cardápio com aquele “twist” pessoal e pronto. Receita Duplicada.

Mas então, como é que Don The Beachcomber fez para evitar que todas suas receitas deliciosas e inovadoras parassem de ir embora com seus ex-funcionários?

Simples. Don Beach começou dar códigos e codinomes às suas preparações! Imagine uma receita escrita assim:

45 ml  de Rum Mix5
15 ml de Don’s Mix
20 ml Spices #04
30 ml suco de abacaxi
2 Dashes de #7

Com certeza eu, você e qualquer bartender que leia uma receita dessas NUNCA NA VIDA que iria conseguir reproduzir já que nós, meros mortais não poderíamos entender esses códigos dos ingredientes.

Este foi um dos métodos mais eficazes já inventados para “esconder” os segredos das receitas mas em contrapartida com a despedida de Don deste plano terreno com certeza muitas receitas secretas foram embora junto com ele. Estes aqui são alguns dos codinomes dados as preparações segredas de Don:

Don’s Mix = Mistura de xarope de canela e suco de grapefruit (1×2)
Don’s #08 = Angostura Aromatic Bitter
Don’s Spices #02 = Pimento dram e xarope de baunilha
Spices 04 = Xarope de Canela
Munrelaf = Falernum 

Acredito que com certeza outros ingredientes como o Lilikoi Syrup, Orgeat e tantos outros ingredientes em algum dia também tiveram seus códigos.

DICA! Se você pretende fazer alguma noite temática de coquetelaria tiki em seu bar aplque estes codinomes ou cria algum outro para alguma preparação, assim deixamos ainda mais divertida a noite de bons coquetéis para nossos clientes.

Mahalo pela visita, esperemos que neste 2020 consigamos ver mais coquetéis tiki e tropicais nos bares pelo Brasil.

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!