capuccino

Cappuccinno, uma receita deliciosa e cheia de história!

Contar a história do Cappuccino não é tão fácil como parece pois essa não é uma receita que nasceu de repente, nas mãos de algum profissional de bar.

Falar de Cappuccino é se entregar à séculos atrás, continentes diferentes, culturas e religiões. Apesar de que como grande mito, sempre existe um aqui ou acolá que não foi completamente esclarecido, o que eu pretendo é  apenas citar alguns fatos importantes.

O termo Cappuccino tem origem no séc XVI (talvez XVII) e estudos pretendem atribuir a criação da receita ao monge italiano Marco D’Aviano, personagem importantíssimo na contenção do avanço islâmico na Europa. Mas é possível que a tentativa de invasão de Viena em 1683 tenha sido o estopim para a inspiração do monge, pois ao se sentir encurralado o exército islâmico recuou deixando várias sacas de café. Como esperado, o café turco aparentava ser muito amargo, fazendo com que os vienenses adicionassem mel e leite. A receita foi batizada então como homenagem ao monge guerreiro.

A palavra Cappuccino vem do italiano “cappucio” que significa capuz. Já o diminutivo “ino” transformou um Pequeno Capuz, como esse usado por um monge franciscano, em uma lenda. Um Cappuccino Italiano é feito em divisões não exatas de espresso,  de leite e  de leite vaporizado. O chocolate em pó e a canela, são elementos adicionais, uma prática realizada principalmente no Brasil, como nos dois vídeos abaixo exemplificados.

Já o Machiatto e o Latte, são variações de proporção do Cappuccino, mas com os mesmos ingredientes.

Atualmente, os baristas desenvolveram técnicas de utilizar o leite vaporizado para criar desenhos na xícara, conhecida como Latte Art:

Separei acima,algumas demonstrações  de como se preparar um Cappuccino.

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!