Guarde corretamente seu vermute e não deixe que ele morra mais no seu bar

O vermouth, que no Brasil podemos chamar de vermute mesmo, é um conhecido e particular tipo de vinho fortificado da família dos aperitivos, adicionado através de infusão ervas aromáticas, flores entre outros finalizado com açúcar e água.

Bebida riquíssima e complexa, porém, quando mal armazenado, pode sofrer uma série de mudanças na sua composição, transformando infelizmente uma delícia de bebida em um líquido avinagrado e sem doçura.

red-vermouth-the-collection
Mal armazenado, em 95% das vezes quer dizer deixar a garrafa após aberta, em temperatura ambiente, seja na prateleira ou no rail do bar. Basicamente, esse bebida morre aos poucos. E aos poucos é muito rápido.

O vermute é uma bebida viva, um fermentado de vinho, ou seja, ao entrar em contato com o oxigênio, sofre a tal da oxidação.

Também, a partir do momento em que foi aberta, ela começa a sofrer uma perda de aromas consideráveis, que pode-se notar claramente a partir de quinze dias após aberto.

Pensando nisso, a equipe da Martini, marca de vermutes reconhecida mundialmente, preparou o melhor vídeo de todos os tempos da categoria “educativo na marra”. Estilo russo de viver né.

Para facilitar o serviço do bar, existem algumas soluções para os problemas acima, como por exemplo:

  • Deixe a garrafa na geladeira. Simples assim, não funciona tão bem quanto os outros métodos, mas se a preguiça bater, é o que tem pra hoje.

  • Engarrafe em pequenas garrafas para preservar melhor. Ao invés de abrir a garrafa todas as vezes, divida o conteúdo em 4 garrafas menores, deixe todas na geladeira e use apenas uma por vez.

  • Use o vácuo. Caso você tenha a possibilidade. Ao invés de dividir em 4 garrafas menores, divida em sacos apropriados, tire todo o oxigênioe mantenha refrigerada. Mundo ideal.

Mas! NUNCA MAIS! deixe o vermouth aberto na prateleira ok? Seus clientes agradecem.

 

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!