Aprenda a preparar o Belle de Jour, drinque de Kascão Oliveira

Uma dose de conhaque antes de um show é recurso comum de cantores e cantoras para “limpar a garganta”. A prática pode não ser recomendada por especialistas nos cuidados da voz, mas certamente as garrafas sempre foram populares nos camarins.

Os benefícios da bebida para a voz podem ser discutíveis, mas a realidade é que músicos são parte do público do destilado. Para homenagear artistas e popularizar o conhaque, Kascão Oliveira criou o seu Hennessy Cidade de São Paulo.

O drinque foi representante paulistano no mundial da Louis Vuitton Möet Hennessy em 2008 e se tornou campeão do concurso. Mais tarde o coquetel foi  apelidado por seu criador de Belle de Jour, homenagem a todas as belas moças paulistanas que trabalham durante o dia e aproveitam um bom drinque no happy hour.

Para a receita do Belle de Jour, foram vários testes, sempre com a base de conhaque Hennessy. Primeiro chegou a romã, queridinha das nossas avós para o cuidado com a voz. São Paulo, uma das maiores cidade do planeta, não tem terrorismo, não tem guerra, mas tem suco de cranberry, que afinal está no mundo inteiro e facilita a reprodução do drinque. Para o toque brasileiro, o segundo ingrediente mais importante das boas caipirinhas, o suco de limão.

Escolhida a mistura, é bater com muito gelo, coar e drinque no copo, simples assim.
O toque final é o verde de um belo galho de hortelã, homenagem cromática à floresta Amazônica.

O bartender Kascão Oliveira tem três décadas de coquetelaria. Já viu de tudo, dos clássicos as modinhas. Mas uma coisa não muda, ter o foco no que a clientela quer beber. Orgulha-se de ter vendido mais de 160 garrafas em três meses com seu Belle de Jour. Mas nem só de conhaque vive um grande bartender.

Impulsionou a cultura do Dry Martini no Brasil no bar Dry, bar que ajudou a fazer nascer a cultura de gim em terras brasileiras. Em uma época em que balcão nenhum vendia 3 garrafas por mês, Kascão vendia 40 garrafas em um bar para 50 pessoas.

O Hennessy Cidade de São Paulo, ou simplesmente Belle de Jour, figurou em doze cardápios de 12 países na época de sua criação. Dentre eles o Hemingway Bar do Ritz Paris, preparado pelo mestre Colin Field. Hoje, quem quiser sentir o sabor do drinque, precisa seguir a receita desse que é mais um resgate dos #365DrinquesDoBrasil.

APRENDA A RECEITA

Belle de Jour

40 ml de conhaque Henessy
30 ml de xarope de romã
20 ml de suco de cranberry
10 ml de suco de limão

Coloque todo os ingredientes em uma coqueteleira bata com gelo e bata vigorosamente. Passe para um copo baixo e finalize com um belo ramo de hortelã.

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!