A casa recém-inaugurada traz criações de Ed Carneiro, que uniu na carta inspirações dos clássicos estadunidenses da década de 1920, mas com um toque de modernidade 

O Nuya Bar fica localizado em um dos bairros mais boêmios da cidade de Campinas, que fica a 100 quilômetros de São Paulo. É uma casa que tem inspiração nos speakeasies estadunidenses e traz para o ambiente um pouco desse mistério, que é transmitido através da decoração – uma mistura de objetos modernos com poltronas e sofás no estilo vitoriano. 

A casa, que inaugurou em outubro, traz esse espectro também para as comidas e coquetéis, em que o bartender Ed Carneiro se inspirou nos principais insumos da década de 1920, período da Lei Seca nos Estados Unidos, e fez uma mistura entre a coquetelaria clássica e releituras de clássicos esquecidos, unindo essa cultura também aos ingredientes.

“Para a carta do Nuya eu procurei trabalhar com ingredientes tradicionais dos Estados Unidos, como o blueberry, cranberry, grapefruit, amêndoas…são coisas bem comuns no dia a dia deles e trouxe isso para os coquetéis, tanto os exclusivos, quanto para os clássicos” comenta Ed. 

Para manter o clima de speakeasy, o ambiente intimista conta com um balcão de 7 metros de comprimento e em cada mesa existe uma vela, caso o cliente esteja aberto para interagir com outras pessoas, é só acendê-la para deixar o sinal de receptividade.

Apesar dessa referência na década de 1920, o nome Nuya é um tanto quanto curioso. De acordo com Ed, Nuya significa morcego em uma língua antiga da macedônia e que para esses povos o animal tem um sinal de prosperidade. O nome foi escolhido depois da primeira visita ao local que seria sede do bar. 

“Depois que a gente fechou o contrato fomos fazer a primeira visita técnica e quando entramos na casa tinha um morcego de braços abertos pra gente…entendemos isso como um sinal de boa sorte, bons frutos, por isso o nome”, relembra o bartender.

Com uma carreira baseada no interior paulista, Ed Carneiro é natural de São Paulo, porém se mudou com 19 anos para Campinas. Designer gráfico de formação, o profissional começou a trabalhar na área em uma antiga balada da cidade e de lá para cá nunca mais parou. 

Passou por casas como TGI Friday’s e Astor Campinas e teve destaque em concursos importantes da área, como World Class Brasil, Grey Goose Vive la Revolution, Bols Around the World, Jameson Bartenders Ball e Absolut Lab. Atualmente, Ed se divide entre os balcões do Nuya e Maialini (restaurante italiano do mesmo grupo) e é o embaixador do Gin Draco. 

Para compor a carta do Nuya, Ed buscou referências em um dos maiores romances americanos que retratam muito bem a época da Lei Seca estadunidense: O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald. “Temos uma releitura de The Bee’s Knees que foi relatada como o coquetel favorito do Gatsby”, comenta o bartender. 

A carta também conta com outras releituras da época, como o Cherry Julep, inspirado no tradicional Mint Julep, feita com whisky, suco de limão, cerejas de amarena e folhas de hortelã, e o N.Y. Sour, com bourbon, suco de limão siciliano, xarope de açúcar, angostura e vinho tinto. 

Drinques do Nuya

L.A.B. (foto acima)
Havana Club 7 anõs, vermute de jerez Fernando de Castilla, Campari, defumado com canela

Capone
Jameson, amaretto, suco de limão, xarope de limão siciliano

Bonnie
Cachaça, xarope de yuzu, suco de cranberry, folhas de hibisco

Clyde
Lillet Blanc, calda de agave, suco de limão

Amuse Bouche (foto ao lado)
Gin Draco, xarope de cherry plum, caramelo salgado, suco de limão, pó de ouro

Alcoholic Pie
Tequila Altos Reposada, geleia de blueberry, amaretto, suco de limão

The Bee’s Knees Rules
Vodka, Absolut Extract, xarope de mel, suco de limão sicioliano

Calm Lady
Gin Draco, Ramazzotti Rosato, xarope de camomila, suco de limão

Give My Juice
Infusão de Bourbon Evan Willians com pêssego e ervas amaretto, vodka, sweetie & sour mix, suco de grapefruit

S’More Iced Coffee
Rum Havana Club 3 años, Baileys, xarope de açúcar, café espresso, Half & Half, Marshmallow

Cherry Julep (foto ao lado)
Jack Daniel’s, xarope de limão siciliano, suco de limão, cerejas amarena, folhas de hortelã

N.Y. Sour
Jim Bean Bourbon, suco de limão siciliano, xarope de açúcar, angostura, vinho tinto

Forbidden
Vodka Absolut infusionada com cumaru, purê de morango, xarope de limão siciliano, shrub de goiaba

Passion Connection
Jerez Fundador, maracujá fresco, calda de agave, Angostura

A Salty Dog In Sea Breeze
Vodka Absolut, Grapefruit, suco de cranberry, sal do himalaia 

Além dos coquetéis autorais, a carta também oferece Gin Tônica, Negroni, Bloody Mary entre outros. Os petiscos também ganham destaque na casa e foram inspirados nos bons vivants paulistas da década de 20, como o torresmo de panceta – que vem servido em uma divertida porcelana que tem formato de porco.

Durante a semana, a casa oferece uma programação em que os coquetéis saem a metade do preço. “Os preços do Nuya são bem justos e essa programação exclusiva é uma boa forma de fazer uma coquetelaria mais acessível e ir trabalhando o nosso público, que pode degustar vários coquetéis legais com um preço bacana”, relata o bartender.Para compor o clima da casa, atualmente uma playlist de jazz, acid jazz e soul funk dão o tom das noites, porém para 2020 a curadoria pretende trazer diversas atrações para o público campineiro, como sets especiais de Djs e bandas de folk. 

Saiba Mais

Instagram: www.instagram.com/nuya.bar
Endereço: Avenida Coronel Silva Teles, 75, Cambuí – Campinas
Horário: terça a quinta (18h às 0h), sexta-feira (18h às 01h), domingo (16h às 22h)
Capacidade: 100 pessoas
Contato: 19 3201-7498 / 19 99677-8199

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!