Prove que é um ser humano: 1   +   5   =  

O chimarrão é uma das bebidas mais amadas de todo o país.

No sul,principalmente é consumida quase que diariamente, é defendida com unhas e dentes.

De tão famosa, já foi chamada de erva do diabo e até já ganhou seu próprio Dia Nacional do Chimarrão.chimarrãoSímbolo do Rio Grande do Sul, é consumida também nos estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, além dos nossos países vizinhos, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

De tão em alta que os ingredientes regionais estão, a erva mate de boa qualidade passou a integrar o cardápio de restaurantes e bares, e a ser utilizada em drinques de vários bares do país.

Em São Paulo, o SubAstor serve a CaipiMate, com cachaça em infusão de erva mate. Já o Armanda serve o Mate Forte, que leva cachaça, licor 43, xarope de erva mate, gengibre e tangerina.caipimateEm Santo André, o Seu Figa serve o refrescante Teneré Mojito, que leva xarope de erva mate no tradicional Mojito.

Lá no sul, a cervejaria gaúcha Dado Bier lançou em 2010 a premiada Dado Bier Illex, primeira  cerveja com erva mate.  dado-bier-ilex

Nossos hermanos de Buenos Aires também estão redescobrindo a yerba mate como ingrediente típico da América do Sul.

O Rey de Copas, bar localizado no descolado bairro de Soho, em Nova Iorque, EUA, já levou o título de melhor casa de drinques portenha, e também aposta numa receita inspirada em mate. É o  Gim Mate Tônica, algo parecido com o Gim Tônica, mas que leva xarope de erva mate e cardamomo. Mais refrescante, impossível.

Então, aposente a sua cuia esse mês e se arrisque em um drinque quente ou frio para homenagear sua querida erva mate!

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!