Aprenda a fazer o Irish Coffee, clássico drinque quente com café e whisky

Basicamente não dá pra fazer um bom Irish Coffee sem usar algum dos ingredientes que Oscar Wilde, famoso escritor irlandês certa vez disse:

Cream as rich as an Irish Brogue
Coffee as strong as a friendly hand
Sugar as sweet as a tongue of a rogue
Whiskey as smooth as the wit of the lan.

E para isso, colocamos para vocês nossa receita preferida dessa bebida perfeita para aquecer os dias de frio. Já tentaram pensar na receita do Irish por partes, e porque ela se encaixa tão bem nos lugares frios?!

O café, que além de aquecer dá disposição, o creme que possui gordura do leite, que é importante para nos protegermos dos momentos mais gelados, o açúcar que gera caloria para podermos queimar e nos esquentar e o whiskey, que nos dá a falsa sensação alcoólica de que estamos nos aquecendo.

É uma boa visão sobre como esse drinque é perfeitamente um clássico. Agora, já ví muitas pessoas por aí(e livros consideráveis) dizendo que o Irish Coffee leva café espresso, ao invés de café coado. Ora pois, eu lhe pergunto então. Como pode uma receita criada antes da década de 40 ( porque eu possuo um livro que cita o Irish Coffee) ser feita com café espresso se a própria máquina de espresso foi colocada para uso por volta de 1960 na Europa?! (não podemos considerar as tentativas de máquinas de Ernest Illy e Achilles Gaggia, pois eram trambolhos inoperáveis em um bar).

Ou seja, usavamos sim o café filtrado para os primeiros Irish Coffees. Outra coisa, o açúcar usado lá no começo da história do drinque é o açúcar mascavo, pois dados do porto de Foynes, na Irlanda, onde acredita-se que o drinque foi criado recebia constantemente remessas de açúcar mascavo de outras colônias para abastecer a Europa. É um tanto óbvio que o acesso ao açúcar mascavo facilitaria o seu uso na receita.

Para quem quiser preparar com técnicas, aconselho a treinar o creme de leite fresco na coqueteleira, e só. Bata-o com força por aproximadamente 20 segundos, até sentir que o peso e a textura do liquido mudou.

Ele não deve chegar ao ponto de chantilly jamais, nem talhar, mas ficar cremoso e denso. Ao colocar o creme sobre o líquido, faça com calma, é importante haver distinção entre as duas cores. Não use canudo, é muito importante que o consumidor no mesmo gole um pouco de creme e um pouco de líquido quente.

PS: As medidas os produtos e métodos são de responsabilidade do Mixology News.
Sugerimos à vocês a receita da forma que tomamos na nossa casa, entre amigos que é o que importa.

Receba nossa newsletter com os melhores artigos do universo da mixologia.

Obrigado por se inscrever!